menu
Topo
Terra à vista!

Terra à vista!

Categorias

Histórico

A corrida pela maior ilha de terceira ordem do mundo. Calma, ilha de quê?

Felipe van Deursen

2021-05-20T19:05:00

21/05/2019 05h00

(foto: iStock)

69º47'N, 108º14'O
Ilha sem nome
Ilha Victoria, Nunavut, Canadá

Imagine uma minúscula ilha, com 400 m de uma ponta a outra. Essa ilha, desabitada e sem nome, fica dentro de um pequeno lago, também sem nome. Esse lago, por sua vez, está localizando em uma outra ilha, um tanto maior. Essa segunda ilha, assim como muitas outras, fica em um lago bastante recortado, com cerca de 12 km de norte a sul em seu corpo principal. Por fim, esse lago é somente um de dezenas de outros lagos relativamente grandes dentro de uma enorme ilha.

Em suma, uma ilha dentro de um lago dentro de uma ilha dentro de um lago dentro de uma ilha. Eis a definição de uma ilha de terceira ordem ou, se preferir, uma sub-sub-sub-ilha.

Ela fica em uma região inóspita, o norte do Canadá, na ilha Victoria (ou Kitlineq). Não há estradas e a cidade mais próxima fica a 145 km. Às margens do Oceano Ártico, Victoria é a oitava maior ilha do mundo (mais de cinco vezes maior que Marajó), mas tem somente 2 mil habitantes. Dependendo de onde você mora, o seu prédio tem mais gente que essa ilha de 217.291 km2.

Hoje, acredita-se que essa ilhota sem nome perdida no meio da Victoria seja a maior ilha de terceira ordem do mundo. Mas, antes, o título pertencia a uma ilhota em um lago vulcânico, que fica na ilha do vulcão Taal, que por sua vez está em um grande lago da principal ilha das Filipinas. A ilhota filipina tira proveito de um certo marketing turístico, especialmente por ser um vulcão dentro de um lago dentro de um vulcão (!) e por ficar a apenas 50 km da capital, Manila. Já a sua concorrente canadense é muito mais isolada.

Em fóruns de nerds de mapas na ~rede mundial de computadores~, ainda há quem busque uma nova campeã. O que é possível, olhe só o tamanho de Victoria e quantos lagos ela tem. E é apenas uma de cerca de 30 mil ilhas (ou mais de 50 mil, as contagens divergem) em um país com milhões de lagos, lagoas e lagunas. E o Canadá nem é o país com mais ilhas do mundo. Noruega, Finlândia e Suécia têm muito mais.

Então, talvez só não tenham descoberto ainda porque a tarefa é um tanto árdua e, convenhamos, Felipe, isso é meio inútil. Mas é uma boa desculpa para conhecermos essa região do Canadá, repartida entre as regiões Inuvik e Kitikmeot.

(foto: iStock)

(foto: iStock)

(foto: iStock)

Sobre o autor

Felipe van Deursen é jornalista de história. Autor do livro 3 Mil Anos de Guerra (Ed. Abril), foi editor da Superinteressante e da Mundo Estranho e colunista da Cosmopolitan. Gosta de batata, de estudar e de viajar.

Sobre o blog

Os lugares mais incríveis e surpreendentes do mundo e a história (nem sempre tão bela nem tão ensolarada) que cada um deles guarda. Um blog para quem gosta de saber onde está pisando.